top of page

(SES-RJ) alerta para importância da vacinação de reforço para idosos e demais grupos prioritários

Taxa de positividade dos testes vem apresentando pequeno aumento



Levantamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ) dos índices da Covid-19 no estado do Rio de Janeiro comprovam a importância da vacinação de reforço para os idosos e pessoas dos grupos prioritários com a bivalente neste começo de ano. A taxa de positividade dos testes vem apresentando pequeno aumento, passando de 10% para 15% (PCR) e de 9% para 17% (antígeno), numa comparação entre os períodos de 29/01 a 04/02 e de 19/02 a 25/02.


Nesta última semana de fevereiro, também houve aumento de 18% na solicitação de leitos em relação à semana anterior, passando de 33 para 45 pedidos de leito nas últimas duas semanas.


Entre os internados, a faixa etária mais acometida pela Covid-19 é de pessoas com 70 anos ou mais, justamente o público que começou a ser vacinado nesta segunda-feira.


Em números absolutos, a quantidade de internações ainda é pequena, nada comparável à época crítica da pandemia.


Na última onda causada pela variante Ômicron em janeiro e fevereiro de 2022, a média diária de solicitações de leitos chegou a 177, incluindo enfermaria e UTI.


E no pico da onda causada pela variante Gama, em março de 2021, essa média diária chegou a 422 solicitações. No entanto, a equipe da SES vem acompanhando diariamente os indicadores. Os dados foram coletados em 26 de fevereiro.


As equipes técnicas da SES-RJ permanecem monitorando os indicadores de modo permanente, e a repercussão dos possíveis efeitos do carnaval será divulgada em algumas semanas, a partir de relatórios oficiais. Porém, na atualidade, ainda não observamos impacto nos índices de internação hospitalar.

Commentaires


bottom of page