Taxa de ocupação de leitos de UTI na rede SUS no Rio está em 93%

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, justificou o crescimento por conta de leitos bloqueados para atender pacientes de Manaus e a manutenção de pacientes em leitos de UTI que já poderiam voltar para a enfermaria.


Leitos em hospitais do Rio de Janeiro — Foto: Reprodução


A Prefeitura do Rio informou neste sábado (6) que os leitos de UTI da rede SUS no município estão 93% ocupados.


A capital fluminense já registrou um total de 209.527 casos confirmados da Covid-19. Ao todo, foram 19.143 óbitos ao longo da pandemia no município.


De acordo com as autoridades municipais, o número de leitos é superior à demanda por vagas na rede SUS. Os dados são referentes as unidades municipais, estaduais e federais localizadas na cidade.


Segundo o secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, os motivos para o aumento da taxa de ocupação de leitos de UTI na cidade são:


  • o bloqueio feito pela Fiocruz de 18 leitos para a chegada de pacientes de Manaus;

  • e a decisão da prefeitura por manter pacientes na UTI que já poderiam voltar para o setor de enfermaria. Segundo ele, isso foi feito para oferecer mais conforto no tratamento.

Soranz também explicou que as filas de internação estão zeradas no município e que há mais leitos para serem abertos.


Contudo, o secretário enfatizou que se as pessoas continuarem se aglomerando pode haver aumento das medidas restritivas.

Fonte:G1

0 visualização

O sindicato representa os servidores estaduais, municipais e terceirizados que atuam nos serviços públicos de saúde no Estado do Rio de Janeiro.

FALE CONOSCO
Entre em contato com o SindSaúdeRio
através dos nossos canais:
Email: secretaria@sindsauderio.org.br
Fone: (21) 3177-7777

 

NEWSLETTER
Quer acompanhar o SindsaúdeRio mais de perto? Cadastre-se

 

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

© Copyright 2021 - Todos os direitos reservados à SEESS-RJ