Sérgio Nobre: não há nada mais importante do que defender a democracia e as eleições

Presidente da CUT afirma que a Central apoiará todas as iniciativas e manifestos em defesa da democracia e do sistema eleitoral, atacados por Bolsonaro durante 24h por dia


O presidente nacional da CUT, Sérgio Nobre, afirmou que, neste momento e diante dos ataques com viés golpista do presidente Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral, às instituições democráticas e a democracia, “não há nada mais importante do que defender a democracia e as eleições livres”.

“A CUT vai apoiar todas as iniciativas, manifestos, ações feitas em defesa da democracia, do sistema eleitoral, das urnas eletrônicas, independentemente de onde se originaram”, afirmou Sérgio Nobre.

Segundo o presidente da Central Única dos Trabalhadores, “a democracia é um valor fundamental e, somente na democracia, o povo e a classe trabalhadora conseguem preservar e avançar nos direitos, nos acordos coletivos, nas luta por empregos”.

Nossa democracia, afirma Sérgio Nobre, está sendo atacada 24 horas por dia pelo presidente da República e seus aliados. “E toda vez que a CUT for chamada a defender o sistema democrático brasileiro, seja por estudantes, movimento social, empresários, estaremos lá com nosso apoio”, afirmou o dirigente.

Segundo Sérgio Nobre, não é inédita a adesão da CUT a uma manifesto que tem origem no empresariado, como o documento "Em Defesa da Democracia e da Justiça", que tem empresários como organizadores e signatários. Isso também aconteceu na campanha das Diretas Já, quando, diversos movimentos e entidades da sociedade se uniram para lutar pelas eleições diretas, em plena ditadura militar.

Sérgio Nobre destacou que também assinará a “Carta aos Brasileiros e Brasileiras em Defesa do Estado Democrático de Direito”. O documento foi elaborado pela Faculdade de Direito da USP, em defesa da democracia e do sistema eleitoral brasileiro

Ato 11 de Agosto

Nesta quinta-feira (28), as Centrais Sindicais CUT, Força Sindical, UGT, CTB, NCST, CSB, Pública, Intersindical Central da Classe Trabalhadora decidiram, de forma unânime, assinar o manifesto “Em Defesa da Democracia e da Justiça”, organizado por entidades da sociedade civil.

Também decidiram orientar seus entes de base e militância a assinarem a “Carta aos Brasileiros e Brasileiras em Defesa do Estado Democrático de Direito”. que já soma mais de 100 mil assinaturas e vem sofrendo ataques da direita As Centrais Sindicais vão convocar e orientar as suas bases a mobilizar e participar dos atos do dia 11 de agosto, data em que será lançada a “Carta aos Brasileiros”.

Leia mais CUT e movimentos populares farão atos em defesa das urnas no dia 11/8

No dia 02 de agosto, às 10h, as Centrais Sindicais participarão do ato organizado pela Coalização em Defesa do Sistema Eleitoral, da qual fazem parte e que reúne mais de 200 entidades, em defesa de eleições livres e contra a violência política. O ato será no Senado (Anexo 2).